sexta-feira, janeiro 07, 2005

Coisas da Vida - o mel ou a doce letargia do platonismo


Umbrella Lift Off, Bryce Lankard

Manhãs submersas, dormir às fatias, curtir o enjoo no sofá, "peraí já vou", "olha hoje não m'apetece", o silêncio que não fala, o peso da personalidade, o medo de mudar, o asco, dizer que não se gosta do que se faz, "estou cansado", o gosto pela solidão, o ser negativo, o contrariar, o dizer não, e ser parvo, muito parvo, por vezes.

2 Comentários:

Às 08 janeiro, 2005 01:52, Anonymous Anónimo disse...

909 diz

e levantar voo de uma praia fluvial abandonada com chapéus de chuva e senhores de sobretudo.

o segundo senhor tem o guarda chuva fechado.

 
Às 08 janeiro, 2005 02:08, Blogger Arroz de Estragão disse...

Platónicos, somos todos, mas há sempre um mais esperto que os outros...vai uma aposta que o tipo do chapéu não vai (nem quer) levantar voo?

Bom observador! já estava a perder a esperança de me fazer entender ;-)

 

Enviar um comentário

<< Home