sexta-feira, abril 22, 2005

Coisas dos Sonhos - a rapariga loira

...foi com um sorriso colorido solitário que subi as escadas até ao foyer. Do andar de cima desceu a rapariga loira que foi ao meu encontro esboçando um sorriso semelhante.

Quando nos aproximámos não falamos. Reparei na doce cicatriz do seu rosto. Era lindíssima.

Demos as mãos e, por entre aquela dança de sorrisos cúmplices, os nossos lábios chegaram a tocar-se, ao de leve.

"Como te chamas?" - perguntei-lhe - respondeu-me com um silêncio sorridente e um brilho nos olhos. Beijá-mo-nos apaixonadamente.

"Não beijo mulheres sem saber o seu nome." - disse eu, logo antes de acordar.


(desconheço o autor da fotografia)

Adormece.

5 Comentários:

Às 22 abril, 2005 12:42, Blogger Sandro disse...

era bom conseguir tocar os sonhos...
acordar com o sabor dos lábios dela na boca..
com a textura da pele dela no nosso toque...
era bom era.

 
Às 22 abril, 2005 15:28, Blogger Marta disse...

belo texto!

 
Às 22 abril, 2005 20:22, Blogger Arroz de Estragão disse...

Sandro: ai isso é que era!

Mas o que vale é que, de quando em vez, os sonhos acontecem quando estamos acordados. ;)

Cumprimentos.

 
Às 22 abril, 2005 20:56, Blogger Arroz de Estragão disse...

Martaf: ainda bem que gosta :)

Muitos bons sonhos para ti!

 
Às 02 maio, 2005 22:46, Anonymous Anónimo disse...

Se eu tivesse um sonho...


seria esse...

 

Enviar um comentário

<< Home