terça-feira, junho 28, 2005

Coisas do Amor - o gosto dos outros

Ti:

Esqueci-me de muitas coisas, como é natural...mas uma daquelas que ainda me lembro muitas vezes é:

"Sabes quando tu gostas de uma pessoa porque essa pessoa gosta de ti? Pois agora passa-se o contrário, eu gosto de ti e pronto."

É estranho, mas às vezes parece-me que, apesar de todos gostarmos que gostem de nós, nem todos sabemos que podemos também gostar. Tanto tempo desperdiçado...

Paz ao amor. E paz a ti, Ti.


Grave of the Unknown Prospector, (desconheço o autor).

3 Comentários:

Às 28 junho, 2005 15:34, Blogger maria borboleta disse...

Gostar tem muito que se lhe diga. E como se não bastasse tudo isto ser complicado, só estamos plenos quando o outro gosta também. Bolas! É difícil.

 
Às 29 junho, 2005 21:57, Anonymous Anónimo disse...

:)

 
Às 29 junho, 2005 22:42, Blogger Arroz de Estragão disse...

É raro, muito mais raro do que se possa pensar...

Por isso é que há uns casais mais felizes do que os outros; porque, também, quem não encontra, facilmente inventa. E não é mau, poder-se inventar, creio..."engana-se o desencanto"; "tira-se a barriga de misérias".

Pior que tudo mesmo, é não se saber amar e para que é que isso serve.

 

Enviar um comentário

<< Home