segunda-feira, julho 31, 2006

Coisas Giras - Zoomquilt

(Cliquem primeiro no fundo da caixa branca; depois é só cliquar na imagem e mover o rato)








Este já o conhecia, mas obrigado pela recordação, Di.

4 Comentários:

Às 31 julho, 2006 00:47, Blogger musalia disse...

...a circularidade da existência, princípio e fim. uma interpretação possível, mon petit riz?...

beijo de boa noite :)

 
Às 31 julho, 2006 00:56, Blogger Arroz de Estragão disse...

Uma vez, a minha professora de Geometria Descritiva, no Secundário, disse-me que "acabamos todos por passar pelos mesmos sítios". Disse-mo porque eu pensava que era o único tipo lá da escola que lia cenas do Lobsang Rampa. Pois bem, também ela tinha lido a "3ª Visão" quando era mais nova.

Eu ao concordar contigo, só lhe acrescento mais uma coisa que é o facto de, nós mesmos, partilharmos de uma perversão; um desejo quase mórbido de repetir as nossas experiências; as boas e as más.

E não será também por isso que nós somos nós?

Bisous filosóficos:)

 
Às 31 julho, 2006 10:42, Blogger musalia disse...

e, no entanto, temos a tendência de dizermos: ' se eu pudesse voltar atrás, tudo seria diferente'...seria? não creio, o que somos neste momento não o seremos daqui a pouco.

somos mórbidos...dou-te razão. tudo se repete...daí o meu cepticismo...

beijos trabalhadores :)

 
Às 31 julho, 2006 17:13, Blogger Arroz de Estragão disse...

Resumindo e baralhando, saber estas coisas é preciso; é preciso para a tão famosa "arte de viver".

E não há arte maior, e melhor.

Bisous

 

Enviar um comentário

<< Home