terça-feira, maio 31, 2005

Coisas na Areia



Fotografia de Sally Gall

Era cedo, bem cedo.
Foi à praia. Estava vento e frio. Descalçou-se.
A água fresca cobria-lhe os pés gelados.
Olhou o horizonte.

O mar não apagou a sua marca na areia.

Porque o mar, a vida, não apaga as nossas marcas.
Os teus pés ficaram marcados para sempre na minha areia!
Nada a apaga,
nem o tempo...

é para ti...de novo!

2 Comentários:

Às 31 maio, 2005 21:37, Blogger Arroz de Estragão disse...

Ui, e ai de ti que um só grão de areia se apague!

 
Às 01 junho, 2005 11:30, Blogger Marta disse...

que belo!

 

Enviar um comentário

<< Home