terça-feira, julho 05, 2005

Coisas da vida – “Acredita que dói-me mais a mim do que a ti...”

Demorei uns anos a perceber...mas há situações em que um par de estalos é mesmo a melhor solução (senão a única...).

3 Comentários:

Às 05 julho, 2005 23:10, Blogger maria borboleta disse...

Mas há umas bochechas que são mais necessitadas...

 
Às 06 julho, 2005 11:47, Anonymous Anónimo disse...

Arroz, não vás por aí...é mau quando se chega a equacionar a solução de uma situação só dessa forma, mas é próprio do ser humano mas tens que acreditar que não é a única...

Eu costumo dizer, CALMA!

1 abraço, Tripas.

 
Às 12 julho, 2005 11:56, Blogger Arroz de Estragão disse...

Maria: pois é, há umas que precisam mais que outras e há outras que não precisam at all...

Tripas: Às vezes é não só educativo como também libertador: um rejuvenencimento, diria (para ambas as partes).

Como escreve o Vergílio Ferreira: "Experimenta chorar como um bebé durante alguns minutos e verás como adormecerás depois também como um bebé."

A porrada, às vezes é má, outras vezes, cura.

 

Enviar um comentário

<< Home