quinta-feira, agosto 03, 2006

Coisas de José - Manhã Pastoril

José saiu sem dar satisfações a ninguém.

Dirigiu-se para onde o vento o levou (se bem que foi contra ele). Chegou a uma pradaria lá da aldeia onde costumava ir pastar ovelhas quando era mais miúdo.

Lembrou-se do Tejo e do Bell, os dois perdigueiros que o ajudavam a passar o tempo. Lembrou-se de uma nascente onde bebia água na altura. Mas tudo isso eram apenas memórias.

O que ele veio aqui fazer foi outra coisa. Ela resolveu acabar tudo.

Agora ele só queria paz. E foi por isso que, ignorando o silêncio da pradaria, puxou do Discman que lhe tinham oferecido no Natal e pôs-se a ouvir o OK Computer.

2 Comentários:

Às 03 agosto, 2006 02:54, Anonymous papoila disse...

Convences-me...

 
Às 03 agosto, 2006 03:07, Blogger Arroz de Estragão disse...

Convence-te.

 

Enviar um comentário

<< Home