quarta-feira, fevereiro 16, 2005

Coisas de Poesia: um incentivo



Pascal Renoux Les Cheveux mouillés (fonte xupacabras)


Recomeça sempre

Recomeça...
Se puderes,
Sem angústia e sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
do futuro
dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
não descanses
De nenhum fruto queiras só metade.

E nunca saciado
vai colhendo
ilusões sucessivas no pomar.
Sempre a sonhar
e vendo acordado
o logro da aventura.

És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
onde, com lucidez, te reconheças!

Miguel Torga

este post é para ti X

6 Comentários:

Às 16 fevereiro, 2005 14:39, Blogger Marta disse...

Olá Maria, gostei deste Post

Espero que não te importes...mas linkei-o no meu blog :)

 
Às 17 fevereiro, 2005 09:40, Blogger maria borboleta disse...

Não, claro que não me importo!
E para que serve a Poesia então? não é para ser divulgada???

beijos e abraços

 
Às 22 fevereiro, 2005 22:32, Anonymous Xana disse...

Estava a percorrer o blog, aliás, como sempre faço, e encontrei-me...reconheci algo que me era muito familiar...mais uma vez, e como tu bem sabes, as lágrimas apertaram bem fundo o meu olhar... Foi muito ESPECIAL, és muito ESPECIAL!És única e eu ADORO-TE!!!!

EU

 
Às 01 março, 2005 00:10, Blogger Arroz de Estragão disse...

O quanto significa este para mim...é tão grande que não se escreve...

a maçã...sempre até ao fim...e nunca pela metade...

Um beijo

 
Às 30 setembro, 2007 23:56, Blogger Valéria disse...

Adorei a mensagem...

 
Às 30 setembro, 2007 23:57, Blogger Valéria disse...

Adorei o post.....
parabens.....
bjus

 

Enviar um comentário

<< Home